terça-feira, 2 de abril de 2024

Menina maranhense é estuprada e morta em São Paulo



Uma menina identificada como Kevelin Sofia Campos Pereira, de 10 anos, natural da cidade de Viana, na Baixada Maranhense, foi estuprada e morta na região do Campo Belo, em Campinas, em São Paulo. Os pais fizeram uma vaquinha online para conseguir custear o translado do corpo para a cidade de Viana. A família está em Campinas há cerca de três meses.

O homem preso por estuprar e matar a menina já foi condenado por abuso sexual em 2017. De acordo com a Polícia Civil, Fernando Silva dos Santos, de 32 anos, ficou preso por quatro anos.

Santos foi condenado por um estupro cometido em Sumaré em 2017. Foram quatro anos presos na Penitenciária de Sorocaba, quando saiu em regime aberto em 2021.

O homem foi preso novamente após confessar matar a menina Kevelin, que saiu de casa para comprar um refrigerante na manhã de sexta-feira (29). Santos disse à Polícia Civil que fingiu que precisava da ajuda dela, enquanto a menina passava em frente à sua casa.

Ainda no depoimento, o acusado contou que estuprou a menina e usou uma marreta para golpeá-la. Em seguida, ele escondeu o corpo em um terreno na mesma via em que ambos moravam e escondeu as roupas da vítima.

A menina foi localizada por um pedreiro que chegou ao local para trabalhar na manhã de sábado. Santos foi levado à 2ª Delegacia Seccional de Campinas, onde está à disposição da Justiça.

Nenhum comentário:

Guardas municipais agora podem ser incorporadas ao sistema de segurança do Maranhão

Guarda Municipal de Caxias Maranhão Durante a sessão desta quarta-feira (17), a Assembleia Legislativa do Maranhão aprovou em primeiro turno...