segunda-feira, 28 de maio de 2018

Estoques estão chegando ao final nos supermercados, feiras e Ceasa no Maranhão

Enquanto a gasolina, óleo diesel e etanol vão aos poucos se normalizando nos postos de combustíveis, nas empresas de transportes coletivos, no principal aeroporto do Maranhão, e os serviços essenciais permanecem funcionando normalmente, o setor de alimentos começa a ter o estoque final reduzido.


Prova disso são os supermercados que começam a ficar desabastecidos, inclusive com hortifrutigranjeiros já sumindo das prateleiras. Por essa razão, a procura pelos produtos aumentou bastante, mas os preços estão estabilizados.

Na Ceasa, principal distribuidor de frutas e verduras, os 40 caminhões previstos para garantirem a reposição do estoque, não apareceram durante o dia de ontem, domingo, 27 deste. O estoque final, segundo os comerciantes, deve acabar amanhã, terça-feira, dia 29.

Abastecimento de combustível no interior

As medidas adotadas pelo Governo do Estado estão, aos pouco, garantindo o abastecimento de combustíveis no interior do Maranhão. Com o confisco remunerado de ferry-boat, caminhões tanques chegaram a várias cidades da Baixada, sempre escoltados pela PM.

Para as regiões mais distante, como Imperatriz e Balsas, o secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela, foi verificar pessoalmente as condições para que os combustíveis cheguem naquelas e outras cidades sob a escolta policial. Ainda assim, existem 16 pontos de bloqueios nas rodovias no Maranhão.

Por Luis Cardoso

Acusado de estupro, assaltos e tráfico de drogas é alvejado cinco vezes durante vaquejada no PI

Na quinta-feira (19), um homem identificado como Antonio José foi baleado por um segurança em uma vaquejada na zona rural da cidade de La...