quarta-feira, 26 de julho de 2017

Timon: Capitão da Polícia Militar é morto a tiros em restaurante

O policial militar estava em um restaurante almoçando quando foi anunciado o assalto
O capitão da  Polícia Militar do Piauí, Antônio Carlos Pinto de Farias, foi assassinado a tiros no restaurante Pindá na avenida Presidente Médici, em Timon. O crime ocorreu por volta das 13h enquanto o policial almoçava. Segundo testemunhas, ele frequenta o lugar diariamente e estava à paisana.
A coronel Júlia Beatriz, que esteve no local, informou que dois criminosos tentaram assaltar o restaurante e o policial teria reagido contra eles. O capitão ainda conseguiu balear um dos suspeitos, que foi socorrido pelo Samu e levado ao Hospital de Urgência de Teresina (HUT). O outro conseguiu fugir.

"O capitão estava almoçando quando os dois assaltantes entraram e anunciaram o assalto. O PM estava à pasaina e reagiu atingido um dos criminosos no peito, já ele foi atingido na cabeça com um tiro", afirmou o Major Pires, da PM de Timon.

O PM morreu na hora. A polícia busca imagens de câmeras de segurança da região para auxiliar nas investigações. A arma usava pelo assaltante foi encontrada próximo ao corpo do policial.

Natural de Parnaíba, o capitão ingressou na PM em 1991 e era lotado em Teresina. A esposa do capitão também pertence aos quadros da Polícia Militar, bem como uma irmã. Ele morava em Timon. (Cidade Verde)

Recusa ao teste do bafômetro sem outras provas de embriaguez não gera penalidade

Para o colegiado, cabia ao agente de trânsito atestar a embriaguez de outras formas previstas no CTB. A simples recusa ao teste do bafôme...