b

b

segunda-feira, 26 de junho de 2017

Lula será condenado ainda neste mês de junho. Sentença poderá ser anunciada ainda nessa semana

"O Dia" aguardado por todos os brasileiros
 
Essa última semana do mês de junho, a que tudo indica, pode sair a condenação de Lula. Existe uma expectativa em todos os brasileiros tanto a favor ou contra sobre a decisão do Juiz Sergio Moro que pode sai a qualquer momento.
E para aumentar mais ainda essa expectativa, a revista Veja, publicou no dia 23/06 que apenas uma etapa separa Moro do anúncio da condenação: a definição da pena. Veja:
“um passo da condenação
O juiz Sergio Moro irá condenar Lula nos próximos dias a até 22 anos de cadeia. O roteiro já foi definido. No itinerário do magistrado apenas uma etapa o separa do anúncio da sentença do ex-presidente petista: a definição da pena ao intermediário da propina, Antonio Palocci”

SE DEPENDER DE MORO, A SENTENÇA SAI JÁ JÁ
Pelo histórico das sentenças que o Juiz Federal Sérgio Moro vêm dando aos acusados sob sua jurisdição, a previsão é que Lula seja condenado ainda nesse mês de junho.
O processo está nas alegações finais, que é a última fase da ação penal em que lula é acusado de vários crimes, com prazo até 20 de junho para a defesa contestar os argumentos do MPF, que inclusive pede a prisão em regime fecha do Ex-presidente Lula.
Ao findar essa fase (alegações finais) o processo volta ao juiz Sérgio Moro, que vai decidir se condena ou absolve Lula.
Se o magistrado agir da mesma forma como agiu no caso do ex-deputado Eduardo Cunha, Lula será realmente condenado antes do fim do mês.
Relembrando a condenação de Eduardo Cunha
Cunha foi condenado pelo Juiz Sérgio Moro no dia 30 de março, à 15 anos de prisão, três dias após o fim do prazo para as alegações finais. Com essa decisão, Sergio Moro deixou os advogados do Ex-deputado de queixo caído.

A perplexidade dos advogados de Cunha se deu por conta da velocidade com que o juiz federal Sergio Moro puniu seu cliente pelos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e evasão de divisas.

“É irracional querer acreditar que essa sentença não estava pronta”, disse o advogado Ticiano Figueiredo. “Siga o raciocínio: as alegações finais foram entregues na tarde dia 27/03(segunda-feira). O processo foi concluso pelo juiz no dia 28/03(terça-feira) à tarde.

O juiz Sergio Moro proferiu a sentença de Eduardo Cunha em três dias após o fim do prazo.

Portanto, se depender da celeridade do Juiz Sergio Moro, no máximo no final desse mês, Lula será condenado e preso, tendo em vista que o prazo para as alegações finais termina dia 20/06.

Da Revista Veja