sexta-feira, 10 de março de 2017

Padre ligado ao PT e acusado de pedofilia usa missa pra criticar Bolsonaro e faz sérias acusações.


O que era pra ser mais uma missa acabou se tomando repercussão na internet. No ùltimo domingo (5), o Padre Julio Lancelotti, enquanto celebrava sua missa fez um discurso que foi filmado, no qual ele criticou duramente a cultura do estupro, o machismo, a homofobia e o deputado federal Jair Bolsonaro.
Sobre o dia Internacional da Mulher, o Padre disse que a sociedade tem que mudar a forma de pensar. “Você tem que ser alguém que mude a cabeça e a forma de pensar para que não haja mais a cultura do estupro, onde os meninos pensam que são mais fortes do que as meninas ou que eles podem fazer o que quiserem e as meninas, não”, afirmou.
E destilou críticas a Bolsonaro afirmando que “Numa sociedade como a nossa, eu fico impressionado (e não tenho medo de dizer isso) em aparecer nas pesquisas [presidenciáveis] uma pessoa homofóbica e violenta como Bolsonaro, seguida por tantas pessoas. Isso é vergonhoso!”, afirma o padre.
As informações são do Metropoles e Revista Época.
Revolta Brasil 

Operação Policial prende foragido da justiça traficando drogas em Anapurus

Após denuncias de venda de entorpecentes no bairro Aeroporto, Policiais Militares em serviço nas cidades de Anapurus e Mata Roma...