sexta-feira, 10 de março de 2017

Padre ligado ao PT e acusado de pedofilia usa missa pra criticar Bolsonaro e faz sérias acusações.


O que era pra ser mais uma missa acabou se tomando repercussão na internet. No ùltimo domingo (5), o Padre Julio Lancelotti, enquanto celebrava sua missa fez um discurso que foi filmado, no qual ele criticou duramente a cultura do estupro, o machismo, a homofobia e o deputado federal Jair Bolsonaro.
Sobre o dia Internacional da Mulher, o Padre disse que a sociedade tem que mudar a forma de pensar. “Você tem que ser alguém que mude a cabeça e a forma de pensar para que não haja mais a cultura do estupro, onde os meninos pensam que são mais fortes do que as meninas ou que eles podem fazer o que quiserem e as meninas, não”, afirmou.
E destilou críticas a Bolsonaro afirmando que “Numa sociedade como a nossa, eu fico impressionado (e não tenho medo de dizer isso) em aparecer nas pesquisas [presidenciáveis] uma pessoa homofóbica e violenta como Bolsonaro, seguida por tantas pessoas. Isso é vergonhoso!”, afirma o padre.
As informações são do Metropoles e Revista Época.
Revolta Brasil