sexta-feira, 21 de outubro de 2016

Usar celular ao volante pode render multa de quase 300 reais a partir de novembro


A partir do dia 1º de novembro as infrações de trânsito ficarão mais caras para os brasileiros. O aumento será de até 66% entre infrações leves e gravíssimas e as taxas poderão ir de R$ 88 até R$ 293,47, respectivamente.Usar celular ao volante entrou nesta lista. A infração que é enquadrada como “dirigir com apenas uma das mãos”, deixará de ser considerada infração média e passará a ser classificada como gravíssima.

Segundo a nova lei, apenas segurar o aparelho já poderá ser considerada infração, mesmo que o motorista esteja parado no semáforo. A multa para quem usa aparelho celular enquanto dirige aumentará de R$ 85,13 para R$ 293,47. Os pontos na carteira também sofrerão aumento, de 4 para 7.

Outros valores de multa também irão aumentar no mesmo período, a partir de 1º de novembro:

Infração leve sofrerá aumento de 66%: de R$ 53,20 para R$ 88,38. São consideradas infrações leves: buzinar em local ou horário proibidos ou parar em cima da faixa de pedestres ou calçada.

Infração média sofrerá aumento de 52%: de R$ 85,13 para R$ 130,16. São consideradas infrações médias: dirigir com o braço pra fora ou farol queimado, por exemplo.

Infração grave sofrerá aumento de 52%: de R$ 127,69 para R$ 195,23. Estacionar sobre ciclovia ou não dar seta são exemplos de infrações graves.

Infração gravíssima sofrerá aumento de 53%: de R$ 191,54 para R$ 293,47. Utilizar o celular ao volante, estacionar em vagas de idosos e deficientes, dirigir sem carteira de habilitação e se recusar a fazer o teste do bafômetro se enquadram nesse grupo.

do