quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Um homem pretendia matar uma mulher, como ele chegou na casa dela e não a encontrou, ele resolveu assassinar a filha dela de 05 anos, ele disse que agiu por causa do ódio

O jovem suspeito de matar uma criança de 5 anos confessou o crime para agentes da Polícia Militar, em Manhumirim, na Zona da Mata, em Minas Gerais, nesta segunda-feira. Miguel Mariano de Souza Gomes, de 19 anos, que foi preso, contou que pretendia matar a mãe da menina porque ela estaria fazendo "macumba" para ele. Como ele chegou na casa da mulher e não a encontrou, assassinou a filha. Em um vídeo gravado por um policial militar, Miguel confessa o crime e conta que agiu "por causa do ódio".
"Cheguei lá e não achei a mãe dela. Eu estava com raiva da mãe dela", contou o suspeito para a Polícia Militar. "Eu ceguei na hora do ódio. Não vi mais nada", diz o rapaz sobre o momento em que atacou a pequena.

Em seguida, de acordo com informações da Polícia Militar, ele fugiu. O corpo da pequena foi encontrado por um tio, que acionou as autoridades. A arma do crime, uma faca de 15 cm, foi apreendida ainda no local.
O assassino foi localizado por moradores da cidade enquanto tentava fugir de táxi, em um terminal Rodoviário da região. Ele foi levado para um quartel, preso logo depois e encaminhado para a delegacia da área, onde foi autuado em flagrante por homicídio. Em seguida, o rapaz foi encaminhado para o Presídio de Manhumirim, onde se encontra à disposição da Justiça. 

Ainda de acordo com a Polícia Militar, o homem, que é do Ceará, chegou a morar com a mãe da vítima, com quem teve um relacionamento. Mas eles estavam separados, embora se considerassem "amigos". O rapaz, no entanto, afirmou que a mulher fazia "macumba" contra ele.
O caso chocou a população local. No quartel de Manhuaçu, para onde o suspeito chegou a ser levado, moradores se reuniram e pediram justiça.                                                         Fonte O EXTRA