terça-feira, 12 de julho de 2016

Em menos de sete meses, 33 roubos a bancos foram registrados no Maranhão


Agência em Santa Luzia do Paruá foi o alvo na madrugada de hoje (11)
Agência em Santa Luzia do Paruá foi o alvo na madrugada de ontem (11)
Logo no começo do ano, o secretário de Segurança, Jefferson Portela, durante entrevista à Rádio Mirante AM disse não se preocupar com os inúmeros assaltos a bancos no Maranhão.(relembre aqui). Seis meses depois da declaração do secretário, o Maranhão já registra 33 bancos ou caixas eletrônicos roubados ou explodidos em várias cidades do Estado.
Somente em janeiro foram 14. No ano passado, foram registrados 60 casos. O número difere dos dados repassados pelo Sindicato dos Bancários do Maranhão (Seeb-MA) que diz que em 2016 foram registrados 28 casos de arrombamentos a bancos, incluindo explosões a agências bancárias.
Porém, basta uma rápida pesquisa em sites e blogs do estado para constatar o equívoco da informação do sindicato.
Na madrugada desta segunda-feira (11), o alvo da vez foi a agência do Bradesco da cidade de Santa Luzia do Paruá. Durante a ação ousada, os criminosos furaram pneus dos carros de polícia e tocaram o terror no local.
Na semana passada, as agências do Banco do Brasil da cidade de São Mateus do Maranhão e do Bradesco em Anajatuba também foram alvos dos bandidos.
Em Igarapé Grande, por exemplo, duas agências foram atacadas o mesmo dia. Nem mesmo a capital ficou de fora. Em janeiro, um caixa eletrônico localizado no supermercado Mateus da Cohab também entrou nas estatísticas após ser arrombada.
A situação é séria e os bandidos seguem debochando da Segurança Pública do Estado e aterrorizando a população. A fragilidade da segurança devido a falta de policiais e de estrutura no interior do Maranhão faz com que, infelizmente, essas ações continuem