terça-feira, 2 de setembro de 2014

Bomba: Roseana Sarney favorece Flávio Dino

  Boa parte da base aliada ao Governo do Estado do Maranhão começou a olhar com desconfiança o distanciamento de Roseana Sarney do seu candidato Lobão Filho. Aliás, a governadora fez e faz de tudo para não atrapalhar a caminhada de seu “adversário” político desde quando o preferido era Luis Fernando.
O então secretário de Infraestrutura achava que seria mais fácil ganhar a eleição se fosse eleito governador primeiro pelo colegiado da Assembleia Legislativa. O governo tem ampla maioria no parlamento estadual e poderia, sim, ter feito Luis Fernando governador pela via indireta.
Em conversa com om titular do Blog, o presidente do Legislativo maranhense, deputado Arnaldo Melo, disse que nunca atrapalhou a eleição do então candidato do PMDB pelo processo indireto em caso da governadora tivesse saído para disputar o Senado Federal, com amplas chances de ser eleita.
O Blog, na época, ouviu a maioria da base aliada ao Palácio dos Leões e todos achavam que a governadora tinha todas as condições de eleger logo seu candidato, no caso Luis Fernando. O próprio candidato chegou a colocar como condição que fosse primeiro eleito pela Assembleia Legislativa.
Mas não era isso que queriam o senador José Sarney, o empresário Fernando Sarney, o senador João Alberto, o secretário Ricardo Murad e a própria governadora. Por isso, não restou outra opção a Luis Fernando. Ele, então, foi obrigado a renunciar para evitar vexames futuros.
O senador Lobão Filho foi tirado do leito de um hospital para ser o candidato, com a estrutura legal que todo e qualquer governo pode oferecer, sem necessariamente torrar dinheiro de forma ilícita na campanha. Convênio antes do período vedado é normal e legal. Unir a fortalecer as bases não representa nenhum desequilíbrio  ao pleito e muito menos a liberação das emendas parlamentares, desde que para todos os deputados.
Mas a governadora não abre a boca nem para pedir votos ao seu candidato. Ao contrário: tem evitado até acompanhar as caravanas, a exemplo do que fez recentemente em Penalva e Cajari, além de desmarcar outros encontros políticos.
O Blog ouviu diversos deputados e todos são unânimes em afirmar que Flávio Dino é, sim, o candidato de Roseana, Zequinha e Fernando Sarney. E acreditam que a chefe do Executivo favorece abertamente em todos os sentidos o candidato da oposição.
Lobão Filho, que nunca disputou nenhum mandato eletivo, demonstrou força e carisma para ganhar a eleição. E levaria sim a vitória não fosse a inércia do governo e o fato de Roseana Sarney deixar tudo para 2018. Como se apostasse que Flávio Dino fará um governo de merda e ela possa voltar ao governo carregadas pelos braços do povo.
Tudo dito aqui no Blog está preso na garganta dos aliados da governadora. E o leitor não tenha a menor dúvida de que se eleito for, Dino esquecerá tudo o que disse na campanha no dia seguinte. Não fará nenhuma auditoria para saber como o dinheiro foi aplicado ao longo do domínio daquilo que ele considera como oligarquia Sarney.
 
Do Blog do Luis Cardoso