b

b

quinta-feira, 4 de setembro de 2014

Bomba, Bomba e Bomba! Edinho Lobão é acusado de tomar terreno de idoso


 
Candidato Edinho Lobão
Por: Luis Pablo
O candidato peemedebista ao Governo do Maranhão, Edinho Lobão, está sendo acusado de tomar um terreno de um idoso, identificado como Gaspar Moares.
Gaspar acusa Edinho de ter furtado uma área que ele adquiriu no dia 9 de novembro de 1994, que fica localizada na Avenida Bandeira Tribuzzi, no bairro conhecido como “Sítio Novo”, em São Luís-MA. Na época, o terreno foi comprado na mão do antigo proprietário, Edilson Ferreira da Silva.

Candidato Edinho Lobão
Na propriedade do idoso, o peemedebista construiu o Edifício Medical Jaracaty – prédio do qual o candidato omitiu na sua declaração de bens à Justiça Eleitoral. Reveja aqui.
Documentação da certidão negativa emitida pelo 1° Cartório Registro Geral de Imóveis, comprova que até o dia 10 de setembro de 2007, a terra ainda pertencia a Gaspar Moraes.
Além disso, o IPTU mostra que a área estava em seu nome, com o código do imóvel n° 22 08 444 0014 000 0 e cadastro imobiliário n° 00000345690, que consta no banco de dados da Prefeitura de São Luís.
Gaspar Moraes alega que em 2013 foi feito o lançamento do IPTU de O,OO não constando mais o nome dele e sendo feito um outro cadastro imobiliário no nome de uma outra pessoa.
Espantado com o ocorrido, Gaspar foi atrás e para saber o que havia acontecido, quando descobriu que, derrepentemente, a sua área estava de posse de Edinho Lobão, através da empresa Rádio Difusora do Maranhão S/A.
Além de Edinho, Moraes também acusa funcionários da Prefeitura de São Luís de terem alterado o cadastro imobiliário sem o seu consentimento, retirando o seu nome de contribuinte do IPTU. Agora, ele pede uma indenização por danos materiais no valor de R$ 120 milhões pelo prejuízo causado.
O prefeito Edivaldo Holanda Júnior tem o dever de mandar apurar se houve falsificação de documento público.
É lamentável que o um candidato a governador faça esse tipo de coisa com uma pessoa idosa. Abaixo alguns documentos:
doc
doc 2
doc 3