sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

Na nossa Chapadinha é facil virar "SANTO"

Toda vez que acontece uma pesquisa ou sondagem sobre a credibilidade de entidades e organizações sociais, a classe política sempre recebe uma péssima ou sofrível nota de avaliação. Subornos os mais diversos, desvios de verbas, jogos de interesses pessoais ou de grupos, enfim, toda uma gama de “maracutáias”, contribuem para a má fama de nossos políticos. E a nossa Chapada das Mulatas está no contexto.


Obviamente há muitas e honrosas exceções. Encontramos por toda parte políticos idealistas, lutadores abnegados, preocupados com o bem comum. Há homens e mulheres que assumem a política como ideal de vida, como vocação e missão em vista de uma sociedade justa, fraterna e solidária.

Por estas bandas a midia leva os politicos do ceu ao inferno em questão de minutos, claro há exceções, mas a sua grande maioria se encaixa no contexto, vejam só: Eu um reles mortal fui acusado de certo Programa Social não ter sido desenvolvido aqui em Chapadinha por postar neste Blog e em Redes sociais algo contra politicos locais, o que com certesa é a maior mentira do ano.

Figurões da política chapadinhense estavam desaparecido, então boa parte da midia local os tornaram verdadeiros diabos, só os chamavam de ingratos, etc, vejam que como num passe de mágica eles reapareceram e surpreendente se tornaram SANTOS, a salvação da lavoura, coisas que nem o Vaticano explica.

Freqüentemente a Igreja tem se pronunciado sobre a importância da política numa perspectiva da Fé e da Caridade cristã. Dai eu me pergunto será que eles conhecem este fenômeno que acontece por aqui? De como as pessoas são santificadas em Chapadinha.

Alguns estudiosos afirma que a “dimensão política, constitutiva do homem, representa o aspecto relevante da convivência humana; que a Fé cristã não despreza a atividade política mas a valoriza e a tem em alta estima; que a Igreja sente como seu dever e direito estar presente neste campo da realidade, porque o Cristianismo deve evangelizar a totalidade da existência humana, inclusive a dimensão política; que a política partidária é o campo próprio dos leigos cristãos”. (Puebla, 513 – 515).

Tornaram-se antológicas as palavras do Papa Paulo VI: “O exercício da política é excelente obra de Caridade.” E Caridade nada tem a ver com esmola ou filantropia. É a suprema virtude que nos leva a amar simultaneamente a Deus e ao próximo. Caridade é sinônimo de amor solidário, de serviço e doação.
 
Esta semana foi cheia de voltas, reviravoltas, e outras aberrações na linda e sempre quente Chapadinha, sou um fã de leitura e ouvinte assíduo do Programa Direto ao Assunto da Mirante AM, leio todos os blogs de Chapadinha quase que diariamente, e vejo que por aqui é fácil se tornar SANTO, eu ainda não descobri a formula para a santificação, mas tenho minhas suspeitas, bom dia a todos.

Nigerianos são achados no fundo de navio cargueiro no Maranhão

Segundo a Capitania dos Portos, o grupo de cinco homens viajava de forma clandestina em um compartimento que direciona o leme da embarcação...