segunda-feira, 12 de agosto de 2013

Gravação de conversa entre traficantes do Rio cita desembargador maranhense


O Fantástico de ontem (12) exibiu uma reportagem que apresenta uma gravação que aponta o envolvimento de um desembargador maranhense com os dois maiores traficantes do Brasil.

Em um diálogo entre Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar e Márcio Santos Nepomuceno, o Marcinho VP, os traficantes conversam sobre as suas intenções em conseguir transferência para um presídio estadual, que seria no Maranhão. 
O motivo: Fernandinho Beira-Mar afirmou conhecer um desembargador do Maranhão que poderia possibilitar a vinda de Marcinho VP para o estado.
Separado por um vidro e por telefone, Marcinho diz que está tentando transferência para um presídio estadual. E Beira-Mar reforça, se referindo a outros presos.
Beira-Mar: O que eu penso, você saindo daqui para um estadual, já é uma vitória, de lá você consegui ir para outro lugar igual o baby... O baby não, o Dinho está tentando ir para o Maranhão.

Marcinho VP: Eu também estou com um "corre" no Maranhão também, minha advogada está fazendo...

Fernandinho oferece ajuda.

Beira Mar: No Maranhão eu tenho um fortíssimo lá, um desembargador que era amigo do Tular. 

Marcinho VP: Sei, mas aí tem outras pessoas também que estão vendo a vaga pra mim lá...
As informações são gravíssimas, porém, por enquanto, têm-se apenas as gravações obtidas pelo Fantástico como evidências que envolvem esse magistrado não identificado no diálogo.
O enfoque principal da reportagem seria explicar os ataques sofridos pelo grupo Afro Reggae, e o envolvimento do pastor Marcos Pereira – preso por estupro das fiés de sua igreja no Rio de Janeiro. Porém, logo após a passagem da repórter Lília Teles, a gravação revela a informação que ainda vai gerar uma problemática sem precedentes no meio jurídico do Maranhão.
Qualquer suposição é individual. Os fatos foram registrados e divulgados.
 
do Blog do Marcial Lima