b

b

quinta-feira, 11 de julho de 2013

Oito assassinatos registrados no mesmo dia

Em menos de 24 horas, oito assassinatos foram registrados na Região Metropolitana de São Luís, a maioria com características de execução ou acerto de contas. Em um desses casos, três pessoas foram executadas em uma chacina que aconteceu no bairro Maracanã. Os assassinatos devem ser investigados pela Delegacia de Homicídios (DH).
A primeira ocorrência foi registrada ainda na noite de segunda-feira, no povoado da Vila Guará, nas proximidades do cemitério do Maracanã, zona rural da capital maranhense, e vitimou três pessoas: Hernandes Alves Freire, de 19 anos, Joan Ortegal Mendes, de 28 anos, e outro homem identificado apenas como Paulo, conhecido também como Boró.
O crime aconteceu por volta das 23h. De acordo com as informações dos policiais que atenderam a ocorrência, as três vítimas estavam no quintal, quando os executores chegaram em um veículo, ainda não identificado, e começaram a discutir com Paulo.
Após a discussão, os assassinos dispararam vários tiros contra ele, que morreu no local. Logo em seguida, os executores também disparam contra Hernandes Alves e Joan Ortegal, que morreram na casa onde estavam. De acordo com as investigações, o crime teria relação com o tráfico de drogas, uma vez que Boró estaria envolvido com traficantes, no entanto, o caso passará ainda por uma análise mais aprofundada.
Dupla - Ainda durante a noite, na Cidade Olímpica, Lorenilson da Silva, de 20 anos, foi morto com vários tiros na casa onde morava disparados por desconhecidos que chegaram ao local em um veículo não identificado. O irmão da vítima, identificado como Danrei Silva, também foi atingido por um dos disparos. Ele foi socorrido e levado para o Hospital de Urgência e Emergência Clementino Moura (Socorrão II), mas não resistiu.
Com relação a este caso, apenas a morte de Lorenilson da Silva constava no relatório da Secretaria Estadual de Segurança Pública (SSP). Os responsáveis pelo delito e as causas do crime estão sendo investigados pela Polícia Civil.
Já na madrugada de ontem, por volta de 1h, um homem foi morto a golpes de faca no bairro Araçagi. Os autores do crime ainda cortaram as orelhas da vítima. O seu corpo foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) e, até o fechamento desta edição, ainda não havia sido identificado. Para o IML também foi encaminhado o corpo de Alexandre José Ribeiro Costa, de 63 anos, morto no Alto do Turu com disparos de arma de fogo. Até ontem, esse caso também não havia sido incluído no relatório da SSP.
Na tarde de ontem, Jaime Meireles Mendes, de 18 anos, foi assassinado no bairro Coroadinho a golpes de faca no pescoço, no tórax e nas costas. A vítima ainda foi levada para o Hospital Municipal Djalma Marques (Socorrão I), no centro da cidade, mas não resistiu.
Homicídios – Até o fechamento desta edição, apenas as três vítimas da chacina no Maracanã e o assassinato no bairro Araçagi estavam inseridos no relatório da SSP, contabilizando 26 homicídios dolosos (quando há a intenção de matar) registrados neste mês. Os números mostram ainda que a média do mês de julho é de quase três assassinatos por dia.
Ainda de acordo com os dados da secretaria, houve um aumento de aproximadamente 32% na quantidade de crimes dessa natureza se for feita uma comparação entre os primeiros oitos dias deste mês e o mesmo período no mês passado, pois em junho foram registradas 16 ocorrências dessa natureza.
Se for feita uma comparação entre os primeiros oito dias de julho com o mesmo período de julho do ano passado, observa-se que houve uma elevação de aproximadamente 67% na quantidade de crimes dessa natureza, pois em julho de 2012 foram registrados 11 homicídios.
 
do Blog do Marcial Lima