b

b

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Carnaval de Chapadinha, pode existir sem blocos tradicionais?

Fotos internet
Estive meio ausente este dias da rede mundial de computadores, por conto do meu trabalho, mas ao retornar procurei me atualizar de algumas noticias, e uma das que mais me chamou a atenção foi a do Blog do Alexandre, cujo o titulo é: "A Politização dos Blocos Vai Acabar o Carnaval de Chapadinha".

Vou reproduzir alguns trechos dessa matéria, lembro-me que ano passado este Blog foi um fiel defensor do carnaval de Chapadinha, vejamos o que diz Alexandre Pinheiro: A tradição diz que as alas políticas de Chapadinha disputam até jogo de peteca ou castanhas de caju. Houve tempo em que entidades como Aldeota Clube e Liga Esportiva eram meio caminho para o poder local e os grupos se empenhavam para não sair perdendo em nenhuma peleja.


Fots Net
Depois da falência dos antigos blocos (“Cangaia”, Lelé da Cuca e BCC), novos grupos se articulam na tentativa de manter o carnaval de Chapadinha entre os melhores do Maranhão. É neste contexto que surgem o "Bom D+" e o "Maluco Beleza".

O primeiro, segundo dizem, capitaneado pelo empresário Eduardo Sá (que já esteve a frente do bloco “Agitus”) e o segundo organizado por Cassio da Silva. As ligações com a política partidária vão além dos nomes: entre o Bom D+, alusivo a uma antiga música de campanha de Magno Bacelar e o Maluco BELEZA que refere ao apelido da pré-candidata Ducilene Belezinha, as empresas patrocinadoras e os apoiadores têm notórias ligações com as facções políticas.

No bojo da utilização do carnaval como arma de briga política vêm abadás artificialmente baratos para chamar gente, atrações caras pagas com abuso de poder econômico de ambos os lados, e, entre outras coisas, a precipitação desnecessária e perigosa de uma rivalidade em data que nada tem com política.

Nessa chanchada política-carnavalesca (que de fato só despolitiza e aliena) leve mais público quem levar a cidade só perde. Ganhe quem ganhar a eleição de outubro, 2013 só terá um destes blocos. Se tiver! Porque nunca é demais lembrar que ano que vem não tem eleição e, enquanto os blocos estiverem a cantar: “ei você ai, me dá um dinheiro ai!”, os políticos dirão: “não vou dá não vou dá não!”.

Concordo em numero, genero e grau com Alexandre Pinheiro, Chapadinha possui um dos melhores carnavais do Maranhão, eu fico muito triste que os governantes desta cidade não contemple de meu pensamento, e até com a diversão do povo, levem vantagem nisso, no ano ano passado o nosso carnaval foi um fiasco, e esse ano o que será deste tradicional carnaval, vamos aguardar e conferir.